Germaine Dulac


Pegando carona no assunto do post anterior, o pioneirismo das mulheres no cinema, o tema de hoje é a cineasta francesa Germaine Dulac (1882-1942). Diferente de Alice Guy Blaché, Dulac é citada nos livros de história sobre o cinema, mas não com a profundidade merecida. Só para ter uma ideia, ela dirigiu, produziu e participou do roteiro de A concha e o clérigo (1927), considerado o primeiro filme surrealista do mundo, anterior a Um cão andaluz (1929) de Luis Buñuel.

Antes de ingressar no mundo da sétima arte, Germaine Dulac foi jornalista, crítica de cinema e já era ativista feminista. Esse vanguardismo está presente em toda a sua carreira. Inclusive é difícil classificá-la em um movimento cinematográfico. Ela é responsável por produções categorizadas como clássicas, impressionistas, dadaístas e surrealistas.

Vou destacar aqui A sorridente Madame Beudet (1924), que além de elementos narrativos clássicos apresenta características da vanguarda impressionista. O mais interessante nessa obra é a narrativa contada pelo ponto de vista feminino, da personagem principal, que de sorridente não tem nada.

Madame Beudet vive um casamento infeliz. Seu marido é um homem inconveniente e abusivo, cuja principal diversão é fingir suicídio com um revólver sem bala. Elementos impressionistas são evidentes em experimentações visuais que nos permitem vislumbrar os devaneios e sentimentos da protagonista. Em dado momento, sorrateiramente, a personagem carrega a pistola para se livrar do marido. Mas o plano fracassa com uma pitada de sátira, pois o homem conclui que a esposa pretendia se matar. E tudo continua como antes.

Quase cem anos depois, o argumento do filme é ainda atual. Todo mundo conhece ou já ouviu falar de alguma mulher presa a um relacionamento tóxico. Além disso, o estilo irônico faz a obra ser especialmente cativante.


Fonte da foto: https://www.researchgate.net/figure/Germaine-Dulac-inaugurated-a-tradition-in-which-at-least-one-significant-woman-is-always_fig12_301646201

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo